caping2

8.2.16

A Cozinha

Uma Arte no Camping

Com a facilidade dos alimentos semiprontos que se encontram nos supermercados, cozinhar no camping não é muito diferente de cozinhar em casa. 
Alguns cuidados especiais, entretanto, são necessários para que a preparação da comida não tome muito tempo e não ofereça perigos (como por exemplo, o vazamento de gás do bujão, que você dificilmente perceberá).
Em quase todas as áreas de um camping organizado, há cantinas que servem café da manhã, almoço e jantar, e onde é possível também esquentar as refeições do bebê (mamadeira, sopinhas, etc.). 
Se você for acampar em áreas especiais, o único problema será acomodar-se aos horários das refeições (nem sempre uma vantagem para quem está de férias e quer fugir de horários).

Porém, se a opção for usar a cantina do camping, leve alguns alimentos para comer fora das refeições do dia, já que num acampamento ao ar livre, o apetite é maior e exige algum reforço extra na alimentação.
Não deixe de levar, frutas, doces, leite, café, bolachas, chá, refrigerantes, etc..

Para quem não quer utilizar a cantina ou vai fazer acampamento selvagem, fora das áreas especiais, o problema da alimentação é mais complicado.
Ele começa com a escolha da barraca: algumas não tem cozinha, são simples dormitórios. 
Será preciso, nesse caso, armar ao lado da barraca uma espécie de jirau (ranchão, que descreveremos mais tarde), para servir de cozinha, onde ficarão o fogão com o bujão de gás e os alimentos.

Os Fogareiros

Qual o melhor fogareiro?

Alimentar a si mesmo e às pessoas que você ama é algo sagrado e imprescindível para todo e qualquer ser vivo. Aqueles que gostam de estar em contato com a natureza, não fogem à regra, logo, o adepto do camping antes de planejar elaborar uma comida saborosa para os companheiros de acampamento, precisa fazer a escolha correta de qual o melhor fogareiro para camping. Da preparação da comida,  até por questões de sobrevivência (como derreter neve, por exemplo), um fogareiro é fundamental para todo campista, pois, cada modelo de fogareiro tem as suas características específicas.
Fogareiro simples (à gás)
É o modelo mais popular de fogareiro entre campistas, pois, pode ser montado e desmontado sem grandes perdas de combustível. Esse modelo de fogareiro tem bom rendimento de aquecimento, o que varia de fabricante para fabricante. Lembrando que o fogareiro simples não deve ser usado em escaladas de alta montanha porque o gás contido nele congela em baixas temperaturas. Por ser compacto e ter uma relação peso/volume equilibrada é muito usado por campistas e praticantes de trekking. Os botijões comercializados no Brasil  são de 230 gramas e 5 kg. O primeiro é muito fácil de carregar mesmo fazendo trilhas a pé. Já o segundo, é para campistas motorizados.
Fogareiro à cartucho
O consumo deste modelo de fogareiro é de 216 g de gás por hora, ou seja, cada cartucho dura mais ou menos 1 hora. Pesa apenas 168 gramas e é feito em aço inoxidável. Para transportar coloque o fogareiro dentro da sua panela, assim, é menos um objeto ocupando a mochila. Seu acendedor automático é outra vantagem, porque basta enroscar o cartucho no fogareiro, abrir a válvula de controle de gás e apertar o botão que o fogareiro estará aceso.


Fogareiros à combustível líquido

São os mais utilizados por pessoas experientes em camping e escaladores de altas montanhas, pois, possui ótimo desempenho no quesito aquecimento, grande duração do refil utilizado e total estabilidade ao manusear panelas. Dica importante: Não use fogareiros dentro de barracas porque com nenhum deles é indicado fazer isso.
Depois de escolher o melhor fogareiro para camping, faça testes com ele para verificar o seu tipo de funcionamento antes de ir acampar.

Escolhendo

Existem vários tipos de fogareiros que podem ser a gás de botijão ou cartuchos (nacionais) ou ainda a benzina ou querosene (importados e raros), sendo que eu usei muito os de querosene, pois são super eficientes e totalmente seguros. 
Mas já que não é fácil encontrar um fogão à querosene importado, é melhor optar pelo de gás de botijão mesmo.
Você deverá sempre ter duas bocas de fogo, ou seja, um fogareiro de duas bocas, mas existe os de só uma boca, que quebra um galho para um acampamento sozinho.
Uma ótima promoção no mercado é essa, para quem quer economizar em tudo!
Barraca Hogan X5 Tent Pavillo - 5 Pessoas, mais bolsa para transporte Bestway, mais colchão infláveil Queen azul, mais fogareiro Cheff - Nautika. Tudo junto, barato, aproveite. Confira!

Escolha um modelo de fogareiro adaptado para você e compare também os preços.. Confira!

Fogareiros: 2 bocas e de uma boca


Cuidados com o Gás

De maneira nenhuma o bujão deve ser colocado dentro do dormitório: ele pode estar com vazamento, e o monóxido de carbono que há no gás é mortal. Na maioria das vezes o escapamento não é percebido, porque não tem cheiro (por isso, ele mata lentamente, sem que você perceba os seus efeitos: o gás provoca sono, lassidão e, em seguida a morte).
"Existe vários casos de campistas mortos dessa maneira, principalmente estando sozinho, então, por favor, tome o máximo de cuidado com o gás. Se em sua casa "se for pequena", já é perigoso, quanto mais num cubículo de 2x2; então cuidado".
Algumas barracas tem lugar especial para cozinha, mas a maioria não. 
De qualquer forma, o importante é que  o fogão e os alimentos não fiquem no dormitório (o fogão por causa do gás e os alimentos porque atrairão bichos).
Não é bom, porém, que o fogão fique completamente ao ar livre: o vento apagará o fogo ou causará demora no preparo dos alimentos, além de gastar muito mais gás. 
Esse problema se resolve colocando uma pequena lona plástica ou papelão, colocado à frente do fogão, a fim de protegê-lo do vento.

Para acampamentos demorados (15/20 dias), há campistas (principalmente alguns veteranos) que usam botijão de 15kg (residencial), para não ter o incômodo de ficar comprando gás.
Um bujão de 5kg dura no máximo uma semana, e acho que não é incômodo algum. 
Importante lembrar que haja preparo físico para levar além do equipamento de camping, um bujão de 15kg nas costas. Isso é gosto de cada um.

Apetrechos de Cozinha

O material de cozinha está hoje muito simplificado, o ideal é levar o mínimo possível. Em primeiro lugar, escolha o fogão, dependendo do número de pessoas que vão acampar (e, portanto, da maior ou menor quantidade de alimentos que vão ser cozinhados em cada refeição).
Divida mais ou menos o material básico assim:
Jogo de panelas, pratos, copos e talheres, abridor de latas, abridor de garrafa, saca-rolhas, escorredor de macarrão, coador de papel e suporte, garrafa térmica, jarra para suco, garrafa d´água, escumadeira, fósforo, saleiro, espremedor de frutas, papel-alumínio, geladeira de isopor, bujão de gás 5kg, fogareiro.

Um pequeno exemplo de uma tralha de cozinha no camping.
Mas tem gente que exagera um pouco.
Uma boa pedida é esse kit-talher, principalmente para quem acampa sozinho.

Material de Limpeza  
Só leve o que for necessário, por exemplo:
Sabão em pedaços, detergente (biodegradável), bucha de limpeza, sacos de lixo (pode ser bolsas plásticas de supermercados), toalhas de papel descartáveis.
Escolha o Equipamento Certo - As panelas podem ser especiais para acampamento, à venda em casas especializadas em camping, com cabos desmontáveis e encaixadas umas nas outras. 
É bom levar uma garrafa térmica e um galão para água. 
Uma churrasqueira é também útil.
Não se esqueça de levar: bule e coador de café (o melhor é levar coadores de papel, que são descartáveis), um balde, uma bacia, uma faca apropriada para carnes e legumes e frigideira.
Kit paneleiro completo


Gelo/ Geladeiras (caixas térmicas) 

Administrar bem o gelo é fundamental num acampamento prolongado, e este, para mim é um dos grandes problemas para o campista.
A melhor maneira de se conseguir isso é usando duas caixas térmicas (geladeiras de isopor,, uma de 21 litros e outra menor, está bom para 4 pessoas), a maior deverá estar com gelo em barras, e você pode fazer em casa em recipientes apropriados (uma boa dica são aquelas embalagens de manteiga retangulares) e ser aberta o mínimo possível.
Na outra geladeira você deixará a cerveja, os alimentos, etc, é essa que deve ser usada dia a dia. 
Quando o gelo dela estiver terminando, reabasteça com pedaços de pedra da outra "depósito". 
Agindo dessa maneira você terá gelo por muito tempo.
Outra dica importante é colocar algumas camadas de pó de serragem dentro do isopor.
A serragem absorve a água e ajuda a manter o gelo por vários dias. Importante também é fazer um pequeno furo embaixo do isopor, para que a água escorra e não fique em contato com o gelo, já que ela ajuda a derrete-lo mais rápido.
O Gelo Seco
Uma boa pedida para quem vai fazer um camping, principalmente selvagem, é carregar sua geladeira portátil de isopor com gelo seco, que substitui o gelo comum na conservação de alimentos e bebidas. O gelo seco (dióxido de carbono em estado sólido que passa diretamente da forma sólida para a gasosa) pode ser feito em pequenos cubos que mantêm-se à temperatura de 79 graus abaixo de zero, independente da umidade atmosférica ou temperatura externa. 

Conservando no isopor ele atua durante aproximadamente 72 horas, com a vantagem de pesar menos e conservar livre de bactérias a alimentação do campista, que deverá sempre estar embalado em papel plástico para não queimar os alimentos.
Há vários tipos e tamanhos de geladeiras de isopor à venda, com o tempo você descobrirá o tamanho certo para você e sua família. 
Pesquise sua geladeira (caixa térmica).. Confira!
Caixa-geladeira pequena e isopor grande

Os Alimentos 

Onde Guardar - Os alimento devem ficar guardados num armário que existe à venda em casas especializadas, ou você pode mandar fazer um pequeno do seu gosto.
Normalmente poucos campistas usam estes equipamentos, por desconhecimento ou por ser difícil de encontrar à venda.
Para isso ele deverá ser improvisado com pedaços de madeira ou bambu serve, fazendo uma espécie de um pequeno "jirau", com 2 andares (embaixo ficam os alimentos, e em cima o fogareiro), não é difícil de fazer, mas com o tempo a gente aprende.
"Exemplos de jirais feito no improviso, de bambu ou pedacinhos (lascas) de madeira com amarrações diversas; não precisa ser igual ou tão grande e sofisticado assim, mas dá para ter uma pequena ideia".
Leia mais... Cordas e amarrações

Novidades/ Mercado

Camp Champ Packs
Quer trazer uma cozinha portátil para a sua próxima viagem de acampamento, mas não sabe por onde começar? Esqueça a compra de itens individuais e leve apenas o Camp Champ, que engloba uma cozinha inteira funcional dentro de um único recipiente de madeira.

Diferentemente da maioria dos produtos similares no mercado, este não é apenas uma caixa de campismo com múltiplos compartimentos que você pode encher-se com o seu próprio equipamento de cozinha. Em vez disso, é um serviço completo one-stop-shop, com cada ferramenta única já embalada e preparada, então você só precisa pegar um item para se preparar para fazer alguma cozinha na natureza.

O campeão do camping consiste realmente em duas caixas: uma dentro da outra, com a caixa interna que prende a cozinha principal e a caixa exterior que serve como um carrinho para o sustentar acima na altura de funcionamento ao ar livre. Ambas são feitas usando contra-placas de construção de barco, com tratamento impermeável completo, para que você possa mantê-los no meio da chuva sem problemas. Abra a caixa interna para revelar a cozinha completa, que inclui um fogão a gás quatro bocas, bloco de facas, conjunto de panelas e frigideiras, utensílios de cozinha, prateleira de especiarias, talheres para até seis pessoas, e até ferramentas de cozinha especiais como ralador, percolador de café e um filtro de aço inoxidável. 

Sim, tudo que você tem a acrescentar é a comida real. Ele ainda tem porta-lixo em cada porta, portanto, tudo é literalmente confinado no espaço.
Observe, você provavelmente vai precisar de um carrinho de mão ou um par de pessoas para transportar essa coisa, considerando que pesa 154 quilos, com tudo dentro, as dimensões são 67 x 42 x 55 centímetros quando fechada para viagens. Disponível exclusivamente na Europa por enquanto, o Camp Champ tem um preço de 5.380 €.

O que Levar/ mantimentos

Leve o maior número possível de alimentos que possam ser conservados fora da geladeira. 
Nem sempre é fácil encontrar gelo nas proximidades.
Em geral uma boa lista de mantimentos inclui enlatados, sopas semiprontas, carne, arroz, batata, frutas, doces, bolachas, queijos, ovos, pão, leite, café, açúcar, óleo e temperos.
As conservas e enlatados devem ser escolhidos de acordo com o gosto de cada um: há feijoada, palmito, ervilha, doces em calda, macarrões prontos, etc.
Enlatados em geral, há alimentos de todos os tipos e gostos. enlatados
Depois do Almoço 
Depois de comer tome alguns cuidados. 
Não deixe a louça suja dentro da barraca, que ela atrairá bichos. 
O melhor é lavar imediatamente e guardá-la no armário ou jirau.
O lixo é outro problema, use sacos plásticos para jogar os detritos enquanto estiver cozinhando.

Cozinhando - Tal como um banho de mar ou um jogo de bola, a tarefa de cozinhar no acampamento deve ser transformada num agradável passatempo. 
Pode-se preparar pratos bem gostosos, com a participação ou não de todos os campistas, sem que isso implique num acréscimo muito grande na bagagem.
Só não vale a pena cozinhar quando o acampamento é feito para durar apenas um dia. 
Nesse caso, é preferível levar a comida já pronta de casa e um fogareiro para poder preparar um cafezinho ou esquentar a mamadeira do bebê.

Leve alimentos fáceis de preparar e que possam ser cozinhados rapidamente. 
Se for acampar na montanha prefira enlatados, sopas, conservas, alimentos quentes. 
Se for no verão, reforce os gelados, as frutas, os sucos, as comidas leves.

Tanto num caso como no outro, lembre-se que num acampamento come-se muito mais do que em casa, por causa do ar livre e dos exercícios (nadar, caminhar, etc.). 
Leve, por isso, uma quantidade maior de alimentos do que consome normalmente na cidade.

Receitas rápidas

Arroz de Camping - Uma receita fácil e rápida; faça um refogado de manteiga ou margarina, cebola, sal, alho, tomate maduro e linguiça. 
Misture depois o arroz, deixe fritar um pouco e cubra tudo com água para que possa cozinhar. 
Quando a água começar a secar, despeje uma lata de ervilhas e sirva com cobertura de queijo ralado. Tem a vantagem de ocupar só uma panela e; em vez de ervilhas, pode-se usar também linguiça  ou salsicha.

Macarrão do Campista - Depois de cozido em água e sal, refogue-o na manteiga e sirva acompanhado de linguiça, salsicha na brasa, ou algum complemento de sua preferência.

Não convém levar peixe de casa, pois as condições para sua conservação no acampamento, e mesmo durante a viagem, são sempre precárias. 
Mas se estiver acampado à beira mar, sempre haverá possibilidade de se pescar um bom peixe, ou então comprá-lo de algum pescador do lugar, para isso, é bom levar alguns limões.
Para beber, se quiser fugir da água, o melhor é levar refrigerantes e cervejas em lata, que não tem o perigo de quebrar.
Ou então suco de frutas concentrados. 
A melhor sobremesa para o campista são as frutas naturais e também em conservas.

Cozinhando com Papel Alumínio 

O hábito antigo de cozinhar alimentos enrolados em folhas (de bananeira, principalmente) tem a sua versão moderna no papel alumínio, que torna bem mais fácil a tarefa de cozinhar no acampamento.
Várias camadas em volta do alimento, bem compactas, podem muito bem, por exemplo, servir como uma mini-panela de pressão devido à caloria que consegue acumular. 
A camada externa de papel costuma queimar ou derreter, mas as outras resistem bem, protegendo a carne ou as verduras contra a fumaça e as brasas.

As vantagens do papel alumínio são muitas: é inquebrável e ocupa pouco espaço na barraca. Quando for usado como panela, deve ser jogado fora depois, dispensando a lavagem. O uso de papel alumínio permite também que os alimentos possam vir de casa já embrulhados em porções pré-preparadas, prontos para cozinhar.

- Atenção: o lado brilhante (bonitinho) é que deve ficar em contato direto com o alimento, já o lado fosco (feio) fica para fora ou o que "você vê", e não o contrário como pensam alguns. Faça sempre assim, seja qual for o modo de preparo. Proteja sua saúde.

Quando usado em várias camadas, pode-se deixar a comida cozinhando até mais que o tempo necessário que ela não queima nem gruda no fundo. Essas camadas, dobradas em forma de uma frigideira, servem também para frituras rápidas - de ovos, bacon, bifes finos ou filés de peixe. Só é preciso ter cuidado no uso de espátula ou da escumadeira, para que não furem o alumínio.

Usado dentro da panela, como forro, evita que os alimentos grudem no fundo e ajuda na limpeza. Alimentos misturados dentro de um invólucro de alumínio não perdem o sabor nem secam. Os molhos se misturam e não evaporam.

Com o alumínio pode-se ainda cozinhar em cima de uma grelha, na churrasqueira, ou em fogões improvisados com pedras quentes. A vantagem do "fogão de pedra" é que a comida pode ficar várias horas dentro do alumínio - ou de um caldeirão tapado -, sem exigir maiores cuidados. Para construir esse fogão basta fazer um buraco na terra, com os lados em declive, e forrá-lo de pedras, de preferência lisas.
O tamanho do buraco deve ser proporcional ao volume que se quer cozinhar. Depóis de pronto, acende-se um fogo de carvão ou de lenha que dure de duas a quatro horas - o suficiente para deixar as pedras superaquecidas. Antes de se colocar o alimento ali, embrulhado em várias camadas de papel de alumínio ou dentro do panelão, retira-se uma parte das brasas para evitar que o fogo recupere intensidade. Isso deve ser feito com uma pequena pá ou mesmo com um aparador de lixo, mas desde que não seja de material plástico, já que este derrete facilmente.
Depois de disposto o alimento ali, sobre as pedras, cobre-se o alumínio ou o panelão com algumas brasas para que o calor não fique só no fundo, e possa cozinhar o alimento por igual. Dependendo do alimento (peixe ou legumes, por exemplo), duas horas de cozimento bastam para já poder ser servido. As carnes demoram mais para amolecer; entre três a quatro horas.

A única desvantagem de se usar o papel de alumínio como panela é que não se pode, a todo momento, verificar como está o cozimento. Além disso, ao retirar o invólucro do fogo, é preciso ter muito cuidado para não queimar os dedos. De preferência isso deve ser feito com uma escumadeira e depois, para abrir o papel, pode-se usar garfo e faca ou dois garfos. E é necessário também conhecer o tempo que cada tipo de alimento necessita para ser cozido.

Arrume seu acampamento para o Reveillon 

Passar o reveillon na barraca, com alguém que você gosta ou em companhia de toda a família, é uma ideia perfeitamente realizável. 
Eu mesmo já virei muitas passagens de ano acampado, e foi inesquecível. 
Foi agradáveis lembranças que nunca mais esquecerei. 
Aconteceu comigo, mas pode muito bem acontecer com você!.

Mas para ficar preparado; uma ceia prática e não muito cara, pode ter como base, um presunto tender cortado em fatias e acompanhado de frutas em calda, ou mesmo frango assado com farofa, ou até um peixe assado preparado em casa, também quebra o galho. 
Como entrada pode servir uma boa salada de batatas com picles e maionese, trazida pronta de casa e envolta em papel zip ou alumínio (para conservar a temperatura).

Naturalmente, a festa começará bem antes da meia-noite, que é a hora em que os amigos e os vizinhos de barraca vão se abraçar, trocar presentes, em sinal de amizade, para saudar o Ano Novo.
Por isso é bom ter alguns petiscos para servir, como ovos cozidos, sanduíches de patê ou atum, salsichas em lata tipo Viena, etc.. os molhos também são importantes.

“Beber champanha em copo de papel!” alguém pode perguntar na hora de escolher as bebidas, mas até isso é possível no camping. 
O importante é que tudo isso seja feito num ambiente alegre e de confraternização. 
De modo que se você, por acaso, precisar recorrer a algum vizinho para se suprir de alguma coisa que esqueceu, certamente será bem recebido.
"Finalmente, quando acordar no dia seguinte, de ressaca ou não, terá o mar ou um riacho de águas transparentes para recompor as energias, o que não aconteceria se não tivesse transferido a ceia de Ano Novo da confortável sala de sua casa para a barraca. Além do Ano Novo, passei vários Natais e Carnavais nem se fala! Boas Festas!"


2 comentários:

  1. comprei desse site http://www.mercadozets.com.br/ e gostei o site entrega rapido e com nota fiscal e garantiA

    tem berço eletronicos celulares tv notebook computador acessorios para carros brinquedos artigos infantis e muito mais

    ... tem mais de 2000 proutos
    ... ... ...
    LAMPIÃO

    http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?texto=lampiao&IDCategoria=178

    CAMPING

    http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?idCategoria=178

    ResponderExcluir