caping2

8.2.16

O Bushcraft

A arte no mato

Toda a base da evolução humana, e no fundo da própria sobrevivência depende de uma só coisa: capacidade de adaptação. 
Torna-se necessário olhar para um objeto, um pedaço de madeira, barro, couro ou pedra e não ver aquilo que o objeto é, mas aquilo que o objeto pode ser.
O bushcraft distingue-se de várias outras atividades, até da própria "sobrevivência" como é vista pelo grande público no sentido em que vai para além do "sobreviver a algo" num curto espaço de tempo, estando mais próximo do "viver depois de algo" numa perspectiva de mais longo prazo.

Daí a importância de algumas preocupações, como conhecer os recursos de cada região, as épocas de produção de cada planta, os animais de cada zona, etc.
Estas são algumas das atividades que há algumas décadas eram bastante comuns, mas que com a industrialização se tem vindo a perder. 
Não obstante o seu valor permanece imutável, sendo estas técnicas e os princípios subjacentes às mesmas a base de toda a sociedade industrializada.

O praticante de bushcraft não se propõe a reinventar a roda, apenas a saber como funciona, como a pode fazer, e como a pode utilizar para resolver problemas.
"Falamos de coisas tão simples como saber acender um fogo sem fósforos ou isqueiros, saber construir um abrigo, uma jangada ou uma cesta com fibras naturais. 
Inclui ainda o conhecimento de como fabricar uma corda, esculpir uma colher ou outros utensílios em madeira e construir uma faca, machado ou ferramentas semelhantes".

A Forragem

Alguma vez você já olhou para uma planta selvagem ou arbusto, e se perguntou se você poderia comê-la ? 
Para o bushcrafter, forrageamento é um elemento muito importante para a sobrevivência. 
Todos os caçadores e pescadores sabem que, se fosse fácil, eles não chamaria isso de caça e pesca, eles iriam chamá-lo de captura. 
Ser capaz de identificar e comer plantas "sem ficar doente" pode fazer a diferença entre sobreviver e não sobreviver.



Fervendo água em pedaço de bambu, pré-cortado, com cuidado para que não queime a madeira.

Importante o improviso para fazer o seu fogareiro com material que tiver disponível.

Shelter

Shelter é um aspecto importante de cada empreendimento exterior. 
Sua primeira camada de abrigo é a roupa em sua volta, o que lhe proporciona apenas o suficiente para ficar quente e seco por curtos períodos de tempo.
Forragem para o abrigo.

Sua segunda camada de abrigo é uma estrutura estacionária, se é uma pequena tenda ou uma cabana de completo improviso e sofisticação. 
Saber como fazer o abrigo para você e sua família é uma habilidade importante em Bushcraft.

Outro tipo de abrigo improvisado.


Caça e captura 

Em Bushcraft, caça e captura é a busca de animais e peixes para a alimentação. 
A mestria de muitos elementos em Bushcraft incluindo rastreamento e "chumbo ropecraft" para a capacidade de buscar seus alimentos, pelo uso de armadilhas, redes ou armas que apunhalam e cortam.

Veja como em.. Caça e Pesca 

The Blade 

A lâmina de corte, a ferramenta mais importante para o Bushcrafter. 
Ela é tão importante como a espada é uma "spyderco-bushcraft-survival-knives" guerreira, ou dentes e garras são para o Leão. 
Uma lâmina Bushcraft boa, é resistente e leve, é feita de materiais de alta qualidade com o "tang" executando todo o comprimento da faca.

Com o uso adequado, o Bushcrafter pode usar esta lâmina de esfaquear ou cortar para dar ou tirar a vida!. Uma faca de sobrevivência e uma faca Bushcraft tem um monte das mesmas semelhanças, descobrir o que você precisa saber antes de comprar uma faca de sobrevivência, para o bushcrafter é fundamental.


Knots / Ropecraft

É a capacidade de juntar duas ou mais peças de origem natural ou humana; o material feito é uma habilidade vital para o Bushcraft na sobrevivência. 
Pela união de duas ou mais peças em conjunto, você não só aumenta a resistência do material, mas também a usabilidade; como abrigo, uma jangada, uma arma ou uma armadilha.
Leia mais em.. Cordas e amarrações

Firecraft

A habilidade de fazer fogo sob quase qualquer condição é parte essencial de Bushcraft na sobrevivência. 
Existem muitas técnicas para a construção de uma fogueira; uma broca de fogo, queima de  plantas e árvores, luz solar, atingindo a rocha que contém ferro como seixo, e de fósforos e pederneiras. 
Firecraft é a capacidade de criar, controlar e usar o fogo para ajudar na sua sobrevivência. 
Outra habilidade crítica em Bushcraft é a capacidade de "transporte de fogo", geralmente através da realização de uma queima de carvão em torno de algum tipo de grama seca para mantê-lo em chamas.
O bushcrafter  vive junto à natureza, com ou sem ferramentas modernas, retirando recursos necessários ao seu bem estar e sustento, incluindo habilidades de fazer fogo, rastreamento, caça, pesca, construção de abrigos, uso de utensílios com materiais naturais como cordas e tantas outras técnicas primitivas de sobrevivência dia após dia no meio natural.
Veja métodos de fazer fogo em.. Técnicas avançadas

Alguns acessórios bushcraft 



Bushcrafters


Bushcrafters - Dave Canterbury e Cody Landim (Discovery)

Tipos de abrigos bushcraft 



"A grande riqueza e mais-valia de prática de todas estas artes, com a inclusão de técnicas de primeiros socorros, etc, é o conhecimento do mundo e de nós próprios que nos torna mais capazes e confiantes de ultrapassar os problemas, quer no quotidiano quer em situações extremas, conhecimento esse que se espera que se um dia vier a ser preciso, e nunca saberemos quando o será, nos possa ser útil a nós e a quem de nós puder precisar na altura".
 
Um abrigo antigo de um caçador.

Rastreamento

Acompanhar animais e seres humanos, capacidade de criar, controlar e usar meios naturais, é uma parte importante do Bushcraft, uma "arte no mato" para a sobrevivência. 
Isso engloba um todo e um conjunto de técnicas e capacidades de sobrevivência, adaptação e ação sobre o "meio natural" que já fizeram parte do passado e tradição humana em várias culturas mas tem vindo a cair no esquecimento da população em geral, quer "por falta de conhecimento" de sua prática, quer por serem consideradas por alguns como ultrapassadas e desnecessárias.
O nosso "bushcrafter brasileiro" não tem um nome correto a seguir, mas por desconhecimento de suas práticas, ou desvalorização de sua arte, o nome bushcrafter "americano"(que para nós seria um nome como "artista do mato" ou "sobrevivente"), ficará no nosso palavreado corriqueiro; porque foram eles que difundiram esta arte, pormenorizando as técnicas lançadas em livros especializados.
"E quem somos nós para dar um nome correto para ele, se em nossos dicionários nada existe.
Então ficará bushcrafter mesmo, que já vem sendo usado aqui há anos".
Além de ser um especialista em sobrevivência, o bushcrafter também é um excelente "rastreador".

"Faixas e trilhas feitas por seres humanos How to track an animal e os animais no chão, quando lidas corretamente, mostram um padrão dos hábitos do animal ou humano. 
Depois de estabelecer esse padrão, você terá a habilidade de continuamente e cuidadosamente observar os movimentos e padrões do animal".

É importante reconhecer que os animais que você encontrar na floresta são tanto criaturas de hábito como seres humanos. 
Um animal particular que você está perseguindo vai seguir o mesmo caminho para água a cada dia ou para uma fonte de alimento. 
Ele vai caçar e se forrar na mesma área, e só sair quando "é expulso" por uma força de fora maior, como por exemplo "um predador", incêndio, inundação ou seca. 
Este padrão de formação característica de todos os animais torna possível para o bushcrafter experiente prever os movimentos do animal, e por isso ele seleciona os locais para suas armadilhas, ciladas ou emboscada.

Leia mais em.. Tracker - rastros e trilhas

Uma lição de sobrevivência 

Nas florestas profundas do Alasca vive uma família que nasceu e cresceu em estado selvagem; trata-se da "família Brown". 
Billy Brown, sua esposa Ami e seus sete filhos - 5 homens e 2 mulheres - vivem tão longe da civilização que habitualmente passam de seis ou nove meses, sem eles vêem um estranho.
A família tem desenvolvido o seu próprio sotaque e dialeto, referindo-se a si mesmos como uma "matilha de lobos". 
Também durante a noite todos dormem juntos em uma cabana de um cômodo.

Em suma, eles são muito diferentes de qualquer outra família típica americana, eles são "Bushcraft".
De acordo com Brown, a cabana onde viveram durante anos foi recentemente reduzido a cinzas (incêndio provocado) por estar no lugar errado especificamente em terras públicas.
Eles se sentiram muito mal com isso, mas em vez de desistir e voltar para a sociedade, todos os membros da família decidiu aprofundar ainda mais as profundezas selvagens do Alasca para continuar seu estilo de vida.
Este novo terreno está localizado no Vale do Rio Copper, um lugar onde as temperaturas podem chegar a 60 graus abaixo de zero.
É uma corrida contra o relógio como o inverno que se aproxima cada vez mais.
Os (The Brown) devem trabalhar juntos para construir uma nova cabana para protegê-los das duras condições do Alasca, mas a queda nas temperaturas e luz escassa, vai se tornando a sobrevivência cada vez mais difícil.
A família vai usar de tudo da terra para construir a sua pequena casa e até mesmo ter de enfrentar outras pessoas para atingir seu objetivo. 
Embora seja uma tarefa difícil, esta família não podia pensar em outra possibilidade, depois de viver no Alasca durante décadas.
Eles estão em "Momentos de Aventura" - Sobrevivência - no canal Discovery Channel.

Hora de recordar

Espaço Recordação - Amargo Pesadelo -
Grande sucesso no ano 1972, este filme é um libelo da aventura selvagem. 
Um filme excelente e importantíssimo para você refletir.
Título Original Deliverance, título no Brasil Amargo Pesadelo.
Frente a todas as ameaças, quatro amigos começam uma banal aventura, desafiado perigos que são consequência de uma verdade encarada por poucos: 
A natureza manda no planeta Terra, regida pelas mãos de Deus.
Elenco afiado, roteiro enxuto e sem rodeios, fotografia linda e uma direção segura e estável de John Boorman, contrapondo com a insegurança e instabilidade das corredeiras do extinto rio Chattoga!

Tem a cena antológica do "duelo de banjos", feita ao acaso, mas o diretor quis introduzi-la no roteiro, e  foi muito feliz com isso (atenção para o garoto; é autista e cego!); a cena chocante da curra (sodomização) é fortíssima, eram novidade na época e até hoje são chocantes; é uma violência inexplicável e o final com o transbordamento do rio que é um belo simbolismo de uma carga emocional muito grande.  
Um final que dá o que pensar.

O Sobrevivente..













2 comentários:

  1. Acampar assim éo que a Infantaria faz.....aliste-se no Exército e venha aprender tudo isso aí acima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. -- É isso mesmo Anônimo; alistem-se e aprendam, e ainda muito mais..quem diz isso é um ex-militar, e veterano das forças especiais.
      Obrigado.

      Excluir