8.2.16

O Fogo no camping

A Origem 

O fogo foi a maior conquista do ser humano na pré-história. A partir desta conquista o homem aprendeu a utilizar a força do fogo em seu proveito, extraindo a energia dos materiais da natureza ou moldando a natureza em seu benefício.
O fogo serviu como proteção aos primeiros hominídeos, afastando os predadores. 
Depois, o fogo começou a ser empregado na caça, usando tochas rudimentares para assustar a presa, encurralando-a. Foram inventados vários tipos de tochas, utilizando diversas madeiras e vários óleos vegetais e animais.
No inverno e em épocas gélidas, o fogo protegeu o ser humano do frio mortal.
O ser humano pré-histórico também aprendeu a cozinhar os alimentos em fogueiras, tornando-os mais saborosos e saudáveis, pois o calor matava muitas bactérias existentes na carne.

A Fogueira

As fogueiras são utilizadas com diversos objetivos, tais como promover aquecimento, cozer alimentos, manter animais selvagens afastados, práticas de rituais religiosos, ritos pagãos, festas e divertimento.
Já foi utilizada como métodos de aplicação de pena de morte.
Durante os dois últimos séculos da idade média e os dois primeiros da idade moderna, tornou-se comum a aplicação de pena de morte na fogueira por crimes como heresia e bruxaria, primeiro pela igreja Católica; depois, largamente, pelas igrejas protestantes.

Nos campings organizados, não se permite que acendam fogueiras. Já no selvagem, uma fogueira muitas vezes torna-se indispensável, tanto no calor que aquece ao cair da noite em regiões mais frias, como pelo fogo que cozinha.
Nunca faça a fogueira perto da barraca, e tenha cuidado com a coleta de lenha: nunca deprede as árvores, escolha sempre galhos e toras secas já caídos.
Para cozinhar escolha o sistema de duas forquilhas ou grelha, onde se pendura ou coloca-se um caldeirão.

Acendendo

Sabe-se que chamamos de fogo o resultado de um processo termoquímico de oxidação. Geralmente, um material "orgânico" como papel, madeira, em contato com uma substância comburente "oxigênio " necessitam de uma energia chamada temperatura de ignição "faísca ou chama", onde é iniciada a reação de oxidação, também chamada "combustão".
Ficheiro:Feuerreiben.gif
Indígena fazendo fogo, ensinando aos pequenos. É difícil, mas se ele pode, porque não tentar também? Com o tempo e perseverança pega o jeito.

Fazendo o fogo - Olha a coisa não é brincadeira, eu tentei todos os modos, só consegui depois de muitas tentativas frustantes. É claro que eu tinha isqueiro, mas tive que provar a mim mesmo que conseguiria. 
E se por acaso não tiver fósforos? você tem que fazer amigo; mas fica uma pergunta, e se chover?

1) Caso: É um pouco complicado, porque tem que estar equipado com uma boa cordinha, e um arco, mesmo assim não é fácil. Dica: coloque grãozinhos de areia para melhorar o atrito.
fogueiras3
2) Caso: Se você tem mãos fortes ou for pedreiro de obras, e muita habilidade nos movimentos, e muita paciência, pode conseguir. Faça um teste em casa antes de partir para uma jornada desta. Dica: a mesma do primeiro caso.
fogueiras1
3) Caso: Deve ser o pior; é o do "indígena", chama-se "Arado", entendo por uma espécie de atrito insistente na mesma direção. Dica: vale observar a consistência das duas madeiras, uma macia e outra mais dura, até encontrar o aquecimento desejado.

Para fazer uma fogueira, limpe bem o local e certifique-se que você não está pondo em risco a mata local. Nunca faça perto das árvores.
Quando a ventania for muito forte ou quando você quiser uma fogueira mais quente, cave um buraco, encha de lenha e pequenos gravetos, para acender coloque papel amassado, jornal por exemplo, e vá colocando pequenos gravetinhos para avivar o fogo.

A Pederneira

Os mecanismos para acender uma fogo são muitos: É claro um isqueiro, lupa, acendedores artificiais e naturais, pederneiras, e até o vidro da tampa de um binóculo serve, entre outros artifícios, etc.
A pederneira é um  *sílex  pirômaco, capaz de produzir faíscas quando percutido ou atritado por peças de metal, em especial o ferro.
O atrito causado é praticamente idêntico ao do isqueiro, só que ele contendo gás, produz chama direta.
Um isqueiro comum

É possível fazer uma fogueira em qualquer lugar usando apenas uma pederneira e um pouco de vegetação seca, pois ela funciona até mesmo estando molhada. 
Vale lembrar aos campistas veteranos, prestarem bem atenção; este artifício, que não havia há poucos anos atrás, foi uma melhora significativa em termos de sobrevivência.

Pederneira Iniciador De Fogo Com Pedra Em Magnésio Albatroz -

Confira essa pederneira, acesse aqui 


Pederneira Fogo Isqueiro Sobrevivência Acampamento Magnésio - 

Confira, acesse



Acendendo

Primeiro fazer o atrito com uma lâmina - faca

Após o primeiro sinal de fumaça, fazer chumaço - algodão, folhas - para iniciar a chama.

"É claro que hoje em dia é muito mais fácil e diligente usar um isqueiro - uma ideia errônea  -  ou uma caixa de fósforos, que por sinal em caso de chuva não é uma boa alternativa. Mas o campista veterano normalmente usa a pederneira, já que até um bom isqueiro pode molhar ou até mesmo acabar, que é inevitável".
Um canivete de Sobrevivência Xisco Azteq com pederneira -


Os Perigos do Fogo - O incêndio é um dos maiores perigos que pode ameaçar um acampamento, local que reúne todas as condições necessárias para sua propagação. Assim, é mais importante prevenir que combater, e para isso certas medidas básicas devem ser observadas, fora as já mencionadas:

1 - Não fume dentro da barraca, e se o fizer, com muito cuidado, quando jogar cotos de cigarro ou palitos de fósforo, verifique se estão apagados.
2 - Ao terminar de cozinhar qualquer coisa com carvão, jogue água sobre ele.
3 - Não use material combustível - como álcool, querosene ou gasolina - para limpar a barraca, e nunca deixe esse tipo de material dentro ou perto dela.
4 - Antes de acender o lampião ou fogão à gás, verifique se o botijão está vazando. Para isso, passe na válvula um pouco de espuma de sabão. Se fizer bolhas é porque o botijão está com defeito, leve-o para bem longe da barraca ao ar livre, e deixe que o gás saia por completo.
5 - Se o gás do botijão pegar fogo, não se apavore, pois não é a vasilha que explode, mas sim o gás que está escapando. Pegue o botijão com calma e leve-o para longe da barraca. Nesse caso, nunca se deve jogar água sobre o fogo; é necessário abafá-lo usando um cobertor grosso, ou um pano molhado, terra ou areia.
6 - Mesmo que o botijão não esteja vazando, nunca o deixe dentro da barraca.
7 - O lampião não deve ficar na barraca, principalmente à noite. Use sempre uma lanterna, porque o gás pode  vazar intoxicando as pessoas.
8 - Não faça instalações elétricas inadequadas, usando moedas ou fios de arame para calçar condutores.
9 - Se um incêndio ocorrer no mato, a água não é a melhor solução, a não ser que exista em abundância. O mais indicado é pegar um galho verde, com muitas folhas, e ir batendo no fogo.
10 - Se sua barraca pegar fogo, fique calmo e não procure salvá-la pois o tecido - seja algodão, lona ou material sintético - é altamente inflamável e se queima por completo em poucos segundos. Não entre na barraca para salvar alguma coisa, pois se ela for de náilon, os pedaços de tecido podem grudar na pele e provocar queimaduras irreparáveis.

Uma boa fogueira, sempre é bom ao cair da tarde e a noite, para deixar todos bem aquecidos, e no caso de camping selvagem evitar o aparecimento de animais.







Nenhum comentário:

Postar um comentário