16.5.16

Sul de São Paulo e cavernas

Como chegar - Pela BR-116: a Régis Bittencourt é uma das rodovias mais perigosas do país. Por isso está sendo duplicada e sempre modificada com melhorias, o que exige atenção máxima. Na serra, o traçado antigo não comporta o tráfego atual. 
Tem acostamento e pista irregulares. Apesar do alto índice de acidentes no Vale da Ribeira, é comum encontrar caminhões e ônibus desrespeitando a sinalização. Os congestionamentos são freqüentes perto de São Paulo e de Curitiba.

Entre dezembro e março ocorrem muitas chuvas na região e os acesos costumam ficar precários.
Para visitar, os meses vão de novembro a fevereiro para o litoral sul. O ano inteiro para as cavernas.
A Caverna do Diabo, em Eldorado, Caverna Santana (Núcleo Santana), em Iporanga, e Caverna Desmoronada (Núcleo Caboclos), em Apiaí.
No litoral sul, a Ilha do Cardoso (Parque Estadual), em Cananéia, e a Estação Ecológica Juréia-Itatins, em Peruíbe.


Cananéia

◬ 8 m. São Paulo 272, Registro 66, Curitiba 242, Santos 251.
O acesso pode ser feito por uma ponte, ao norte da ilha, ou pela balsa, ao sul. É famosa pela criação intensiva de ostras.

Segunda cidade mais antiga do país, oferece bons locais de pesca. Não tem praias para banho, mas é ponto de partida de passeios ecológicos para Ilha Comprida e Ilha do Cardoso. Esta, coberta por Mata Atlântica, é um santuário ecológico com praias selvagens, trilhas e uma grande variedade de plantas e animais.
Camping das Bromélias - Rua das Bromélias - Retiro das Caravelas: próximo a praia.

Casa Verde Hostel e Camping - Av Luiz Rangel, Cananéia: cidade histórica a caminho da Ilha do Cardoso e da Ilha Comprida.

Pousada Bom Abrigo - Av. Intermares: a 500 m do porto, e próximo da praia da Ilha Comprida.


★ Ilha do Cardoso

A mais bela atração da região. Parque Estadual, com 90% dos 140 km² cobertos por Mata Atlântica.
Presença de jaguatiricas, jacarés, ariranhas, botos e tartarugas, e inúmeras espécies vegetais. O interior é montanhoso, com rios, cachoeiras e sambaquis. Cercada por mangue. A orla marítima é desabitada, com praias, ilhotas e uma extensa restinga de areias claras. No povoado de Marujá há pousadas bastante modestas. Lá é ponto de partida para a exploração da ilha, uma aventura que requer disposição - é preciso caminhar na areia, escalar pedras e andar por trilhas na mata.
Acesso marítimo com balsas da - Dersa - que ligam Cananéia a Marujá. São 3h30 de travessia. Há barcos que saem do cais ao lado da balsa para Ilha Comprida.

Pousada Ilha do Cardoso - Vila de Marujá - Dentro do Parque Estadual: praias desertas, piscinas naturais, praias para surf.

Pousada Dona Tereza Ilha do Cardoso Marujá - Vila de Marujá: próximo a praia, banho quente, passeios de barco.
Se bater aquela hora de uma comidinha caseira, vale ir na Toca do Expedito, fica ao lado das pousadas.


Ilha Comprida

◬ 3 m. São Paulo 214, Iguape 5, Registro 75, Cananéia 87.
Emancipada há pouco tempo de Iguape, ainda tem acesso, estradas e estrutura deficientes para turistas, mas abriga muitas casas e apartamentos de veraneio.

A ilha é Área de Proteção Ambiental, oferecendo pescarias e paisagens de manguezais para o lado do continente. Do lado voltado para o mar, são 74 km de praias.
Camping Pinheiro - Alameda José Pacheco dos Santos - Balneário Monte Carlo: 900 m da praia, área murada, segurança, cozinha e churrasqueira coletivas, banheiros feminino/ masculino.

Pousada Namastê - Av. Intermares - Parque Américas: estacionamento, capacidade camping 100 pessoas, 4 chuveiros, 5 banheiros, tomadas de luz.


Peruíbe 

◬ 5 m. São Paulo 142, Itanhaém 29, Santos 81, Registro 104, Curitiba 321.
Balneário de praias urbanizadas e com uma boa estrutura de serviços no litoral sul de São Paulo.
Serve como referência para conhecer morros, rios, cachoeiras e praias da Estação Ecológica Juréia-Itatins. A área permitida para visitação inclui as corredeiras do Perequê, a Cachoeira do Paraíso e a praia quase selvagem da Barra do Una.

Na praia da Orla dos Coqueiros, em alto-mar, estão as ilhas de Peruíbe, Guaraú, Boquete e Queimada Pequena (boas para pesca), além da Ilha de Queimada Grande, onde vivem as raras e perigosas jararacas ilhoas.
A misteriosa ilha Queimada GrandeComo sendo o pior lugar do mundo para se visitar (site Listverse 2010) e por ser considerada Área de Relevante Interesse Ecológico (que pode ser um Grande Tesouro escondido por piratas), só é visitada por biólogos. Mas ultimamente por aventureiros e pesquisadores.
Ilha Queimada Grande


★★★ Estação Ecológica de Juréia-Itatins

Um dos últimos redutos da Mata Atlântica. Fica entre Peruíbe e Iguape, numa área de 800 km² são encontrados vários animais ameaçados de extinção, como anta, jaguatirica, onça-pintada, ariranha, jacaré-de-papo-amarelo, boto, veado-mateiro, macaco-prego, bugio e outros.
Entre as aves estão o pica-pau-de-cabeça-amarela, tucano, gralha-azul, macuco e jacutinga. A flora apresenta bromélias, orquídeas, avencas e samambaias. Podem ser vistos despenhadeiros que chegam a 900 m de altura. 
O turismo só é permitido em alguns pontos situados perto dos limites da estação: A Cachoeira do Paraíso (acesso pela estrada Guaraú-Pedra do Una) e as praias de Guarauzinho, Barra do Una e da Juréia (no município de Iguape, com acesso pela Barra do Icapara). Outra possibilidade de conhecer a região é aproveitar a Romaria de Bom Jesus de Iguape que, em agosto, percorre parte do trecho litorâneo da reserva numa caminhada de 25 km (9h).


Comida típica

Caldeirada

É um dos pratos mais encontrados nos restaurantes do litoral sul de São Paulo. A caldeirada é um guisado feito numa cumbuca ou tigela grande com postas de peixe (brejereba, cambucu, cação, pescada-amarela, garoupa, robalo, badejo, cherne ou caranha) e frutos do mar (camarão, lula, marisco, mexilhão, polvo) cozidos todos juntos ao molho de tomate e temperos. É servida com arroz branco e pirão. Você encontra na maioria dos bons restaurantes no centro.

Camping Tia Lola -  Rua Ozório - Boungaiville: área gramada, chuveiros quente, pia para louça, fogão, e bicos de luz.


 Cavernas

Apiaí

◬ 925 m. São Paulo 316, Capão Bonito 99, Curitiba 156, Londrina 535.
Cidade com a maior concentração de fábricas e estrutura de serviços do roteiro das cavernas paulistas.

A principal atração é o Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (Petar), com cavernas rústicas. 
Quem gosta de caminhadas e trilhas deve seguir para Capão Bonito e conhecer a Fazenda Intervales. 
Parque Estadual Intervales - Estrada Municipal - Zona Rural, Ribeirão Grande.

Lá existem locais para hospedagem e são realizadas visitas guiadas a matas, cachoeiras e cavernas.
Camping do Benjamim -  Rod. Antônio Honório da Silva, Bairro da Serra - Terra, Iporanga: Capacidade 100 pessoas ou 80 barracas, 12 banheiros, , todos com água quente, energia e fontes (110 v), espaço para churrasco, café da manhã e refeição.

Camping do Dema - Estr. Apiaí-Iporanga - Bairro da Serra: Capacidade 100 pessoas, estacionamento, banheiros masculinos/ femininos, chuveiros água quente, churrasqueira, pias, fogões e energia elétrica (127 volts). Traga seu botijão de gás.


Iporanga

◬ 81 m. São Paulo 351, Apiaí 47, Eldorado 70, Curitiba 170.
Colonizada por causa das minas de ouro, a cidade vive hoje do turismo em suas cavernas e das atividades esportivas no Rio Bethary.
Para aqueles que gostam de aventuras, a cidade oferece várias opções de passeios e práticas esportivas.

Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (PETAR)
São grutas e cavernas, cachoeiras alcançadas por trilhas, paredões para prática de rapel e corredeiras de rios propícios para bóia-cross.
Além do Camping do Benjamim, que fica próximo em Apiaí, o visitante pode usufruir de uma ótima pousada dentro do Parque.
Ouro Grosso Chalés PETAR - Rua Antônio Honório da Silva, Bairro Serra: chalés com geladeira, televisão, fogão, mesa, ventilador, banheiro interno, roupa de cama.


Eldorado

◬ 62 m. São Paulo 248, Registro 57, Santos 213, Curitiba 214.
Além do apoio para visitas à Caverna do Diabo, possui vários rios, trilhas e cachoeiras. No verão, época de chuvas e possíveis enchentes do Rio Ribeira, estradas e acessos da região costumam afetar a pouca estrutura de apoio ao turista, tornando precárias e a sinalização deficiente.
Para acampar, também é o Camping do Dema - Estr. Apiaí-Iporanga - Bairro da Serra.
Trilha do Vale das Ostras

Caverna do Diabo

Toda preparada para visitas, a caverna parece um grande museu. 
Cortada pelo Rio Ribeirão das Ostras, tem boa iluminação, passarelas e escadarias de cimento e um acesso fácil a partir da sua área de estacionamento. 
Por causa dessas características, é uma boa opção de passeio para aqueles que querem conhecer esse tipo de ambiente com menos esforço e risco.

Os 600 m abertos ao público têm vários salões e ricos conjuntos de estalactites e estalagmites. 
A partir da caverna é possível percorrer uma trilha de 300 m, de média dificuldade, até a Cachoeira do Araçá, pequena e com piscina natural.

Visitas - Em feriados prolongados o Parque funciona às segundas-feiras e no período de férias abre-se de segunda à domingo a partir da segunda quinzena de dezembro até fim de janeiro e durante o mês todo de julho.


Atenção: O blog Camping Natural não se responsabiliza por alterações realizadas pelos estabelecimentos (infra-estrutura, roteiro, etc.) após o fechamento desta postagem.



Nenhum comentário:

Postar um comentário