caping2

30.6.16

Ilhéus a Salvador/ Linha Verde

Como chegar BR-101: estrada com curvas e longas retas. O asfalto precisa ser restaurado, o acostamento é malconservado e a sinalização desaparece atrás da vegetação. Costuma ter quedas de barreira perto de Itabuna e de Feira de Santana. Nevoeiros podem ocorrer em todo o percurso.

Grande movimento próximo a Eunápolis e na BR-324 (Feira de Santana a Salvador). Para escapar dos caminhões da BR-101, a partir de Travessão, o acesso pela BA-001 acompanhando o litoral é uma boa opção, alcançando a capital baiana via Valença e balsa.
Bahia-Linha-101
BA-099: apesar da pouca infra-estrutura, a Linha Verde, que margeia o litoral, está em boas condições e é uma opção para evitar o asfalto gasto e o tráfego de caminhões na BR-101. Em muitos trechos os pedestres atravessam a pista de forma perigosa.
A região tem sol o ano todo, mas no verão (nov/fev) há um maior número de restaurantes e atrações disponíveis.
Veja as praias de Morro de São Paulo, Barra Grande e Itacaré. Em Salvador, há inúmeras atrações: Pelourinho, Catedral Basílica, Elevador Lacerda, Igreja e Convento de São Francisco. Praias de Itapoã, Stella Maris e Flamengo, e ensaio do Olodum.
Bahia-linha-099

Salvador

Praia; capital do Estado.
◬8 m. Brasília 1531, Maceió 632, Recife 842, Rio de Janeiro 1 649, São Paulo 1 962.
Patrimônio Cultural da Humanidade, a área central da cidade possui igrejas e construções históricas do período colonial. O Pelourinho (parte do Centro Histórico) foi revitalizado no começo da década e possui vários museus, construções históricas, lojas de artesanato e uma vida noturna movimentada.

O Carnaval atrai 450 mil turistas, que invadem a cidade pulando atrás dos trios elétricos. As melhores praias são Itapoã, Stella Maris e Flamengo. 
É a maior cidade do Nordeste e primeira capital federal, Salvador é o principal reduto do povo africano no Brasil.
Farol da Barra

Possui largas avenidas (exceção do Centro) e é bem sinalizada. A temperatura é alta durante quase todo o ano, mas chove bastante em julho e agosto. Para quem vai de carro, é sempre bom estar com dinheiro trocado, já que existe guardadores de carro até em pontos turísticos.

Comida típica

Cozinha baiana

A culinária baiana é conhecida por seu tempero forte. A moqueca é o prato mais encontrado nos restaurantes de cozinha baiana. O preparo normalmente consiste em cozinhar os frutos do mar ou peixe com azeite-de-dendê, pimentão, tomate, cebola, coentro e leite de coco, acompanhados de pirão e farofa de dendê. Outros pratos representativos são: bobó de camarão, misturado com leite de coco e creme de mandioca; vatapá, creme feito com amendoim; sarapatel; e caldo de sururu. A pimenta é servida à parte, quase sempre fortíssima, bastando poucas gotas.
Acarajé - Uma das tradições de Salvador, que remonta aos tempos da escravidão, é um bolinho de feijão-fradinho. Na primeira metade do século, o acarajé era preparado em casa e as baianas circulavam pelas ruas com uma panela na cabeça. A partir da década de 60, elas passaram a ter pontos fixos e apenas a mistura era feita em casa. 
Em seu preparo, o feijão é lavado para tirar a casca e passado num moinho de cereais. Com água, sal e cebola se obtém uma massa, que deve ser misturada com colher de pau e frita por cerca de 5 minutos no óleo de dendê. Depois é cortado e servido com vatapá, camarão e pimenta. Para prová-lo há uma infinidade de barracas. Algumas se destacam pela boa qualidade e costumam ter filas.

Camping Ecológico de Itapuã - Alameda Praia do Flamengo, Stella Maris - Praia de Itapuã: infra-estrutura completa, segurança 24h, portaria.


Itaparica

◬19 m. Salvador 17 (via balsa, 50'), 279 (via BR-324), Nazaré 68, Santo Antônio de Jesus 90, Valença 110, Aracaju 356 + 50' via balsa.
Maior ilha da Baía de Todos os Santos, as praias em frente a Salvador, urbanas e outras mais desertas, têm ondas mansas até os recifes de coral mas em alguns pontos pratica-se surfe. O centro possui igrejas do séc. XVII. É porta de entrada do Pantanal Baiano, santuário ecológico com rios, canais, mangues e Mata Atlântica.

Com a criação da Linha Verde, as praias da Ilha de Itaparica deixaram de ser o principal destino dos habitantes de Salvador nos finais de semana e isso se reflete na má condição da estrada. Ainda assim, é a melhor opção para quem vai de Salvador para o litoral sul do Estado. A travessa da balsa demora 1 hora e pode ser marcada com antecedência.
Camping Praia de Berlinque - Estr. Cacha pregos - Vera Cruz: estrutura rústica, luz, banheiros e cantina.


★★ Pantanal Baiano

Engloba a costa sudoeste da Ilha de Itaparica e o trecho de continente em frente. Tem rios, canais, mangues, praias de areia muito branca e Mata Atlântica. Nesta região vivem pássaros, lobos, tamanduás, raposas, pacas, tatus e até "onças". Entre os peixes há badejos, tainhas e dentões. A mistura de águas doces e salgadas faz com que se encontrem ostras nas margens de afluentes do Rio Jaguaripe.
O município de Jaguaripe apresenta várias curiosidades: é todo ligado por túneis subterrâneos, usados pelos moradores no passado, para se defender dos ataques dos índios. Além disso, nos porões do Paço Municipal, ainda de pé, funcionava a temível Prisão do Sal, onde os criminosos mais perigosos morriam afogados quando a maré subia e inundava as celas. Para visitar esta bela e pouco conhecida região é preciso alugar um barco em Cacha-Pregos ou em Jaguaripe (não há excursões regulares).


Jaguaripe

Beira-rio.
◬11 m. Salvador 86 + 1 hora de barco, Nazaré 13, Valença 55, Itaparica 89.
A deserta Praia do Garcez, somente alcançada por barco a partir de Jaguaripe ou Cacha Pregos (Itaparica), fica no santuário ecológico ★★★ Pantanal Baiano. É cercada por coqueirais e Mata Atlântica, contornando uma fazenda. Tem ondas fortes e areia muito branca, onde se encontram búzios enormes.

A cidade fica em um estuário formado pelos rios Jaguaripe e Dona. A pesca é a principal fonte de renda. Nos manguezais são retirados caranguejos que abastecem Salvador e região.
Camping Enseada Grande - Segunda Travessa da Rua do Porto, Pirajuía: grande área arborizada, estacionamento, cozinha comunitária, banheiros banho quente.


Morro de São Paulo

Ilha de Tinharé.
Salvador 272 até Valença mais 1h30m de barco.
Habitada por muitos estrangeiros, têm quilômetros de praias com águas claras, piscinas naturais, pequenas ilhas e locais para mergulho livre e autônomo. O local é tão bonito e tornou-se tão famoso, que o número de pessoas mais que dobra na temporada.


De antigas casinhas de pescadores, surgiram restaurantes e pousadas de todos os tipos. A infra-estrutura é precária, é comum faltar água, mas a beleza do lugar compensa. De barco ou num passeio de trem puxado por trator, pode-se conhecer praias desertas, ao sul, na Ilha de Boipeba. As praias são designadas por ordem numérica, a Quarta, também chamada de Guarapuá, têm água esverdeada, transparentes e areia branca. É uma região deserta: topless e nudismo são comuns.
A melhor maneira de chegar é de barco ou lancha a partir de Valença.
Pousada e Camping América - Rua da Fonte Grande, bairro Vila de Morro: grande área arborizada. luz elétrica, segurança, banheiros.


★★ Ilha de Boipeba

Tem mais de 20 km de praias semidesertas, ótimas para banho. É separada da Ilha de Tinharé pelo Rio do Inferno. O pequeno povoado de Boipeba pode ser atingido de barco a partir de Valença, de Cairu ou de Morro de São Paulo. A Praia de Tassimirim, na maré baixa formam-se piscinas naturais nos recifes em frente. Tem ondas fracas, águas transparentes, areia clara e plantações de coco ao redor. Ao norte estão a Primeira Praia, a da Barra e do Pontal. No sentido leste-sul ficam: Cueira (boa para surfe); Morerê; Bainema (deserta e onde há um curioso coqueiro com duas copas); Cova da Onça (com vila de pescadores, boa para pesca de lagosta); e Ponta de Castelhanos (tem recifes e um navio afundado, boa para mergulho). Fora um camping selvagem (quase obrigatório) na ilha, há também pousadas, como: Pousada Tassimirim e Pousada do Outeiro, ambas na Praia do Outeiro e camping, como Recanto dos Pássaros.

Camping Recanto dos Pássaros - Rua das Tiriricas (Cairu), Vila da Velha Boipeba: amplo espaço, área para camping.


Ituberá

Beira-rio.
◬27 m. Salvador 317, Valença 45, Itabuna 214, Vitória da Conquista 337.
Fica em região com 20 km de praias, a maioria com vegetação ainda intocada.
A mais visitada é a do Pratigi, a 14 km do Centro, tem uma vila de pescadores, coqueiros e bananeiras. Outra atração bastante procurada é a Cachoeira da Pancada Grande, com 84 m de altura.
A extração do látex  das seringueiras forma a principal atividade econômica da cidade.
Para acampar somente selvagem na Praia de Pratigi, com bom diálogo com os moradores da vila. Existe pousadas e hotéis baratos em Ituberá: Pousada Pratigi - Pratigi; Pousada Mar & Niva – Pratigi; Pousada Tapera - Pratigi; Paraíso das Águas Hotel de Lazer.
Ou visitar alguns campings em Maraú - Barra Grande


Barra Grande - Camamu

Distr. de Maraú.
Salvador 277, Ubaitaba 92, Itabuna 155, Feira de Santana 300, Porto Seguro 437.
É o vilarejo mais frequentado por turistas. Tem praia com águas calmas e vista panorâmica da Baía de Camamu. De lá é possível caminhar até a Praia de Três Coqueiros, já em mar aberto, com areia grossa e ondas fortes.

Do lado do oceano, existem locais para mergulho, piscinas naturais, águas muito azuis e praias quase desertas. Em Camamu pode-se alugar um barco para conhecer ilhas e manguezais próximos.
A BR-030, que corta a Península de Maraú até o acesso para Barra Grande, tem muitos buracos. No período de chuvas, entre jun/ago, a estrada é praticamente intransitável. A melhor opção, em qualquer época, é deixar o carro em Camamu e seguir de barco ou lancha para Barra Grande e para as praias do lado do oceano.
Camping Ingazeiras - Maraú, Centro: com infra-estrutura para camping.

O Cajueiro - Maraú, Centro: com infra-estrutura para camping, restaurante, entre mar e lagoa.

Camping Toca da Raposa - Maraú, Centro: com boa área para camping.

Pousada Recanto da Sereia - Maraú, Centro: área de camping, restaurante, banheiros.


Itacaré

Beira-rio.
◬29 m. Salvador 281 (via Itaparica), Itabuna 137, Jequié 166, Feira de Santana 376. 
Área de proteção ambiental, tem litoral recortador por pequenas praias separadas por costões, geralmente coberto por Mata Atlântica.

A melhor forma de conhecer as praias da cidade é caminhando por trilhas de fácil acesso ou fretando um barco. Do mesmo ancoradouro de onde saem os barcos para as praias, é possível fazer passeios para cachoeiras próximas do Rio de Contas.
O melhor acesso é feito via Ilhéus por estrada asfaltada. Ruas de terra ligam o Centro às pousadas localizadas na Praia da Concha.
Camping Rai Luc - Praia da Costa, Centro: área verde estacionamento, segurança, banheiros, churrasqueiras.


Ilhéus

◬52 m. Salvador 462, Itabuna 36, Jequié 181, Eunápolis 251, Governador Valadares 812.
A orla é quase toda margeada pela Mata Atlântica. O asfalto até Itacaré foi concluído, possibilitando o acesso a praias até então alcançadas só pelos aventureiros. No Centro é possível percorrer as ruas e ver construções históricas.

A cidade  ficou conhecida por ser o cenário do romance "Gabriela, Cravo e Canela", de Jorge Amado. Muitas construções citadas na trama, que se passa na década de 20, ainda estão de pé, como o Bar Vesúvio, por exemplo.
Maior cidade do sul da Bahia, vive um momento de declínio de sua principal cultura, o cacau, atingida por uma praga. Cidade bem sinalizada, mas com trânsito inenso devido às ruas estreitas.
Camping  STAC - Rod. Ilhéus-Olivença, Praia de Cururupe: área com pontos de luz, próximo comércio, segurança, banheiros.

Camping Sítio Itaparica - Rod. Ilhéus-Canavieiras: área camping, motorhomes, trailers, banheiros.


Canavieiras

◬4 m. Salvador 580, Ilhéus 118, Eunápolis 191, Porto Seguro 256.
O Centro Histórico foi restaurado nos moldes do Pelourinho, em Salvador.

As praias localizadas na Ilha de Atalaia são as mais movimentadas e o surfe e a pesca, os esportes mais praticados.
Há passeios de lancha pelos manguezais e pelo Rio Pardo.
O nome vem do cultivo de cana-de-açúcar no séc. XVII.
Aldeia dos Lençóis - Chalés e Camping - Av. dos Pataxós - Coroa Vermelha, Santa Cruz Cabrália: área com estacionamento, banheiros, churrasqueira.

Jambosana Praia Camping - Rua beira Rio - Santo André, Santa Cruz Cabrália: área com toda infra-estrutura para camping.


Mangue Seco

Distr. de Jandaíra.
Salvador 234, Estância 39, Jandaíra 59 (distâncias mais 40' de barco), Aracaju 112.
A paisagem é de praia deserta, com 30 km de extensão, varia entre altas dunas, fazendas de coqueiros, restingas e manguezais.

Apenas  carros com tração nas 4 rodas e bugues conseguem chegar até o vilarejo (na maré baixa). Outra alternativa de acesso é por Sergipe. Em Pontal deixa-se o carro no estacionamento e faz-se a travessia pelo Rio Real.
Não há ruas na pequena e rústica vila e os deslocamentos devem ser feitos a pé ou de bugue.
Camping Sítio Oriente - Após Pousada O Forte, Mangue Seco (Jandaíra): a 100 m da praia, restaurante, banheiros masculino e feminino c/ chuveiros.


Conde

◬12 m. Salvador 178, Alagoinhas 128, Aracaju 146.
São 40 km de praias, em que se alternam dunas, coqueiros, manguezais, rios, lagoas e vilas de pescadores. Conde serve de apoio para visitar Seribinha, Baixio, Sítio (onde estão os bares com música ao vivo) e Barra do Itariri (a mais bonita e cortada por um rio). Há um passeio de barco pelo Rio Itapicuru que sai da Vila de Seribinha.

A destruição dos manguezais por fazendeiros de coco e a caça predatória são ameaça à fauna e à flora.
É o município com mais opções de serviços da Linha Verde.
Camping Praia dos Coqueiros - Centro de Conde: área 50 barracas, cozinha/ banheiros coletivos, estacionamento, vaga trailer.


Imbassaí

Distr. de Mata de São João, Praia.
Salvador 94, Praia do Forte 14, Conde 94, Vitória da Conquista 621.
A praia fica separada da cidade pelo Rio Barroso e por uma duna alta. O ar rústico do lugar é reforçado pelo espetáculo das lavadeiras em suas margens e dos turistas atravessando as pinguelas de madeira que dão acesso à praia.

O lugar não possui linhas telefônicas, calçamento e nomes nas ruas.
Fica a 1 km da Linha Verde, por estrada de terra. Acesso precário.
Tendal Camping - Rua Principal do Diogo, Linha Verde - mun. Mata de São João - norte da Praia do Forte: área 50 pessoas, luz, estacionamento, comércio próximo, churrasqueira.


Praia do Forte

Distr. de Mata de São João, Praia.
Salvador 85, Mata de São João 30, Lauro de Freitas 53, Conde 105.
A cidade tenta preservar a rusticidade da antiga vila de pescadores. As ruas não dispõe de calçamento, as casas não ultrapassam a altura de um coqueiro e suas fachadas são obrigatoriamente simples. A Praia do Forte possui 12 km de praias semidesertas, áreas de matas naturais, rios, lagos e um projeto de preservação de tartarugas marinhas.

Nos fins de semana barreiras policiais impedem o tráfego de veículos dentro da vila, mas o carro pode ser deixado em um estacionamento.

Projeto Tamar 

Base nacional do projeto que cuida da preservação das tartarugas que desovam em praias brasileiras; pequeno museu com painéis sobre as cinco espécies ameaçadas de extinção, vídeos, tanques de criação de filhotes e cercado de incubação.
Camping Reserva da Sapiranga - Mata de São João - Praia do Forte: estacionamento, luz, cozinha comunitária, banheiros.


Arembepe

Distr. de Camaçari.
Salvador 42, Praia do Forte 36, Feira de Santana 134, Porto Seguro 658.
Possui praias rústicas e pouco povoadas. As típicas vilas de pescadores se repetem neste trecho do litoral baiano.
Na Aldeia de Caratingui (dos Hippies) - remanescentes da era hippie vivem do artesanato em palhoças à beira da Lagoa de Caratingui - Praia de Arembepe.


Aldeia Hippie

A primeira impressão para quem chega a esta vila no Arembepe é de tentar se imaginar vivendo com este estilo de vida, e realmente para quem já está acostumado a campings selvagens, é um prato cheio.
Os hippies além de viverem da pesca, também tiram do artesanato seu sustento. Suas residências são construídas com aquilo que encontram na natureza, principalmente com  coisas que não são mais utilizadas e que por nós são consideradas lixo, eles realmente sabem o significado da palavra reciclagem e o valor da natureza em suas vidas.
Mas saber que existem possibilidades de vida diferentes das quais estamos acostumados e que existe muito mais felicidade em pequenas coisas faz a experiência da visita ao Arembepe se tornar uma aventura inesquecível.
Para os aventureiros e  corajosos existe a opção de acampar na Vila Hippie embalado pelo luar e pelo som do rock e do mar, leve sua barraca e garanta essa experiência única.
Esta vila já foi frequentada por artistas consagrados como Janis Joplin, Mick Jagger, Raul Seixas entre outros que aderiram ao movimento hippie na década de 70 e escolheram o Arembepe como seu refúgio.

Mas há campings e pousadas espalhados ao longo das praias:
Camping Itacimirim - Camaçari: a 500 m da praia, com estacionamento.



Atenção: O blog Camping Natural não se responsabiliza por alterações realizadas pelos estabelecimentos (infra-estrutura, roteiro, etc.) após o fechamento desta postagem.



Nenhum comentário:

Postar um comentário