caping2

25.7.16

Introdução

Olá você, e todos os adeptos do campismo, é um prazer recebê-los aqui, sejam bem-vindos.
Você deve saber os benefícios da vida ao ar livre, e dados comprovados mostram as vantagens do sol e exercícios, os bens que faz ao organismo o contato com a natureza, uma estada na praia, um camping onde inspira alegria e bom humor, dá energia ao corpo " especialmente à pessoas que trabalham muito", conservam elegância da mocidade, ficam uns verdadeiros Apolos.
O sedentarismo faz engordar, torna os músculos flácidos e moles, a pele enrugada, o homem e a mulher envelhecem precocemente, um homem de trinta anos parece ter quarenta e cinco ou mais.
Neste espaço procuramos respostas convincentes a uma questão fundamental do camping em seu estado natural:
"Alguns vêem e pensam com certa estranheza sobre o camping natural, como sendo coisa de gente rebelde, sem rumo e sem muito relacionamento humano".

Family-camping-112-CampingNatural
Em especial a usuários de campings organizados, que quando perguntados o que é um camping natural (selvagem) hesitam em responder, e muitos dizem que nunca pensaram no assunto. Buscamos identificar o comportamento dos campistas, desde o momento em que entram em busca de lazer e entretenimento até quando saem dela.
Digo aqui do que se trata: viajei e pesquisei bastante para chegar a conclusão; alguns campings organizados ou não, passam por várias fases de transformações, se tratando de infra-estrutura, principalmente nos moldes da modernização, sofisticação e ambientalismo.
Tornando alusivo o termo camping em toda a sua extensão e particularidade.
jovens-1
Mas todos nós somos campistas, somos seres humanos, gostamos de aprender coisas novas, de aventuras.
Não precisa necessariamente ser; um camping organizado, natural, semi-selvagem que vai distinguir um campista de outro, pois tudo é camping.

Mas afinal, o que é camping natural?  veja este post.. As regras do camping natural
Quer saber onde tudo começou? visite o blog.. Camping Selvagem
"O melhor do passeio são justamente os "imprevistos", as peripécias e o prazer de improvisar soluções para os problemas que aparecem".

O camping natural não é apenas uma forma mais econômica de lazer; ele é um meio de fugir a rotina do convencional, de se entrar em contato com as coisas mais simples. 
Construir sua própria casa, protegê-la da chuva e do vento com nossas próprias mãos, cozinhar nossa própria comida, cuidar, enfim dos elementos básicos de nossa sobrevivência; são prazeres estimulantes e incrivelmente novos para quem está habituado ao conforto sedentário de nossa civilização.
jovens-2
Todos esses argumentos tem levado a acampar pessoas que jamais pensariam nisso antes. Como a família de muitos amigos meus, que há anos trocaram os colchões macios dos hotéis e a sofisticada comida dos restaurantes pelos duros sacos e colchonetes de dormir, pelas frutas frescas e ovos cozidos, pelo nascer do sol numa linda praia e pelas noites geladas em uma montanha.
Eles, com mulheres e filhos conseguiram até uma coisa que jamais acontecia em suas casas - Divisão de trabalho; cada um tendo suas tarefas, cada um ajudando numa coisa determinada. No camping o trabalho conjunto aproxima pais e filhos, estimula as responsabilidades de cada um e o prazer de estarem todos juntos.
jovens-5
Se você é daqueles que nunca acampou, pense que essa pode ser uma excelente experiência de lazer, vida comunitária, junto com seus amigos e sua família, volta com a natureza e outras coisas novas que você aos poucos irá descobrindo.
"Os campistas mais experientes dizem sempre que estão aprendendo coisas novas todas as vezes que fazem um novo camping".
Nesta aventura você vai ver que acampar não é um bicho de sete-cabeças, não é perigoso e desconfortável. 
É muito desagradável ter um acampamento estragado por uma noite mal dormida graças as intempéries: insetos, ao frio e buracos no chão da barraca, etc.
Aqui tudo foi elaborado cuidadosamente, com o intuito de atingir ao principiante, aos que acampam de vez em quando, e até os veteranos, englobando todos os aspectos de uma forma ou de outra em torno do campista.
garotinha
Leia com bastante atenção, ele pode até salvar a sua vida! procure entender tudo o que achar importante e julgar necessário. A finalidade é ajudar você, a abrir novos horizontes, a cuidar de si, de sua família e amigos. 
Despertando assim o espírito de solidariedade e companheirismo que certamente todos acharão você notável e o acompanharão até aos lugares mais longínquos e difíceis.
Seja numa praia deserta, uma cachoeira de águas geladas, numa floresta de pinheiros ou num recanto perdido de uma mata, mas sempre com a forte presença da natureza.
Camping-móvel-Campingnatural-450
Tendo esta agradável lembrança em mente de vários acampamentos e imaginando que alguns dos amigos ainda não praticaram esse tipo de lazer e desejariam fazê-lo, vou tentar, dentro do possível, passar muitas informações e técnicas básicas colhidas ao longo dessas deliciosas aventuras.
"Você estar preparado é tão importante quanto o desejo de sobreviver.
Não se esqueça que por pior que seja o panorama, se você permanecer focado e otimista, pode vencer qualquer obstáculo". 
E também desejo aprender muitas coisas; até com você amigo, que espero a ajuda bem acolhida de toda e qualquer informação, para facilitar a todos um bom lazer e entretenimento.
Bem, só resta agora dizer-lhe uma boa aventura, e um feliz acampamento.

Valter da Silva Luna.
dona cristina
"O camping natural: Além de ser comprovadamente mais seguro, com certeza é mais cômodo, prazeroso e econômico. Muito saudável e viciante; ele é muito mais você, é muito mais família. Sendo uma forma inesquecível e gratificante de se encontrar diretamente com a natureza. Venha, faça turismo, conheça lugares e participe dessa viagem ecologicamente correta".

8 comentários:

  1. Gostei amigao. Tou fazendo um grupo do mesmo assunto. Vamos nos ajudar a divulgar essa filosofia... abraços Reinaldo Rockme

    ResponderExcluir
  2. - Valeu Reinaldo, esta causa é a harmonia do homem com a natureza; eles se completam. E você já ganhou um forte membro nesse grupo! Vou ficar no aguardo.

    Um abraço, amigo.

    Valter Luna.

    ResponderExcluir
  3. quem gosta de natureza verdadeira nao quer saber de servicos de resort

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Frei, quem quiser mordomias fica em casa que é bem melhor!
      Valeu amigo, um abraço.
      Valter Luna.

      Excluir
  4. Gostaria muito de fazer camping (selvagem) pescar ou caçar minha comida, uma fogueira etc... tudo bem simples, tudo ao estilo da série "Fugidos do Caos" do natgeo. cara... só de imaginar me faz sentir vivo!! mas como nem tudo é flores, ainda preciso ficar na cidade grande e ganhar o meu sustento e o da minha família. ainda assim gostaria de fugir pelo menos um final de semana, ou um feriado prolongado e viver dessa forma em algum lugar distante e resgatando o meu eu, o que me faz sentir vivo de verdade. por onde eu começo pessoal? não quero ficar em lugares que tenha lanchonetes nem nada na verdade eu quero distancia de civilização.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns SR SAM, pelo ótimo comentário.
      É isso mesmo que fazemos aqui, e é o intuito desse blog, estar junto à natureza e curtir a liberdade.
      Eu, particularmente, sempre que possível, faço uma reclusão, às vezes sozinho mesmo, para relaxar, pensar e refletir como a vida em contato com anatureza é importante, e ficar mais um pouco com a presença de Deus.
      O que posso te recomendar é, que você pesquise um pouco "e bem" um bom lugar para fazer um camping selvagem - aqui mesmo nesse blog eu dou várias dicas de ótimos lugares e cidades em todo Brasil - para que encontre a paz sonhada.

      Obrigado amigo, um abraço e boa sorte.

      Excluir
  5. Comecei a fazer o camping dito 'selvagem' há bem pouco tempo. Sendo morador do interior paulista, ainda temos bastante espaço disponível com relativa facilidade. A primeira coisa que fiz foi reconhecer minhas limitações: afinal tenho 54 anos e a disposição não é a mesma de um garoto. Achei prudente iniciar este tipo de atividade bem devagar. Consegui autorização do proprietário de um sítio, a apenas 6 km da cidade, às margens de um riacho; antes fui ao local, verifiquei se haveria condições de montar a barraca, etc. Acampei a mais ou menos 500m da sede, onde há telefone. Na mochila, apenas o necessário para uma noite: um salame, um pão italiano, uma faca, água mineral e uma garrafa vinho. Saco de dormir, fósforos, lanterna, repelente, uma pequena pá (lembrar que não havia banheiro), papel higiênico e, claro, barraca. Escolhi um dia em que não passaria calor nem frio demais, e verifiquei que a chance de chuva não existia. Tudo isso para 'sentir' qual era a pegada de ficar sozinho no meio do mato. Fiz este programa três vezes, e da próxima ficarei dois ou três dias, já com esquipamento para fazer alguma comida. À medida que as necessidades forem aparecendo, vou aprimorando minhas tralhas, deixando de levar outras, enfim, a solução que encontrei foi realmente planejar de acordo com as condições geográficas, distância de um ponto de apoio, temperatura/possibilidade de chuva, e, claro, sem perder de vista minha falta de experiência neste tipo de acampamento. Gostei muito, o céu à noite é outro, o riacho canta e embala o sono, a ausência de barulho nos põe em contato com sensações muitas vezes desconhecidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, Alvaro.
      Tudo bem? seja bem vindo.
      Você, realmente, me deixou ressentido e sem muitas palavras para comentar tamanha humildade e sinceridade em seu comentário. Uau! é isso mesmo!! amigo! vá em frente, mas, vou ter que obrigatoriamente deixar algumas palavras.
      - Fico entristecido por não ter tido esse maravilhoso hábito bem mais cedo em sua vida, mas isso não impede em nada! um dos meus parceiros de camping "que me ensinou quase tudo", se foi recentemente aos 77 anos.
      - Olhe para trás, e veja o que perdeu! praias, ilhas, sítios, cachoeiras e montanhas em milhares de lugares. Isso não importa, o importante é que agora você pegou o jeito, e de agora em diante vai pensar mais e mais como melhorar e se aventurar.
      - É isso aí, Alvaro, você mesmo já sabe os seus limites, e com o tempo vai melhorando seus equipamentos e suas habilidades, parabéns.
      - Leia e aprenda com outros, discuta e faça amigos e parceiros, ou então, faça às vezes como eu; acampo na maioria das vezes sozinho mesmo, e na paz de Deus!
      - Uma importante observação: você não tem nenhuma obrigação, mas este blog " em algumas postagens" irá te ajudar muito! garanto.
      Aguardo mais à sua visita.
      Abraços,

      Excluir